Loading the content...
Navigation
Account
Carrinho 0 itens de R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Incenso de Âmbar do Báltico – Embalagem 6 Unidades

Retornar para Página Anterior
Descrição

Descrição

Varas naturais de incenso do âmbar do Báltico:

É capaz de restaurar o equilíbrio energético.

Auxilia na redução dos sintomas de fadiga nos seres humanos.

Melhora a estrutura iónica do ar.

Repele mosquitos, moscas e outros inseto

Ele rapidamente limpa a atmosfera de qualquer cheiro de tabaco ou outros cheiros ofensivos, deixando no ar um um maravilhoso aroma de âmbar.

A prática de acender incenso de âmbar, tem sua base histórica na Europa medieval, quando milhões de pessoas foram mortas pela praga negra.

Quando a praga varreu a Europa, observou-se que esta não afetou aqueles que trabalhavam com âmbar. O sacerdote prussiano Matthaus Praetorius registrou em 1680: “Durante a praga, nenhum amberman de Gdansk, Klaipeda, Konigsberg ou Liepaja morreu da doença”

Albert The Great (1193-1280), um dominicano e filósofo observou que estes esta pessoas estavam em contato constante com o Âmbar Natural do Báltico, e considerou este, o remédio mais efetivo de seu tempo. Passando daí a fumigar suas casas com incenso ámbar para evitar a praga.

As varas de incenso de âmbar são uma alternativa conveniente para serem usados em queimadores de aromaterapia .

Os bastões longos queimados duram cerca de uma hora cada.

 

 

Varas naturais de incenso do âmbar do Báltico:

 

É capaz de restaurar o equilíbrio energético.

Auxilia na redução dos sintomas de fadiga nos seres humanos.

Melhora a estrutura iónica do ar.

Repele mosquitos, moscas e outros inseto

Ele rapidamente limpa a atmosfera de qualquer cheiro de tabaco ou outros cheiros ofensivos, deixando no ar um um maravilhoso aroma de âmbar.

A prática de acender incenso de âmbar, tem sua base histórica na Europa medieval, quando milhões de pessoas foram mortas pela praga negra.

Quando a praga varreu a Europa, observou-se que esta não afetou aqueles que trabalhavam com âmbar. O sacerdote prussiano Matthaus Praetorius registrou em 1680: “Durante a praga, nenhum amberman de Gdansk, Klaipeda, Konigsberg ou Liepaja morreu da doença”

Albert The Great (1193-1280), um dominicano e filósofo observou que estes esta pessoas estavam em contato constante com o Âmbar Natural do Báltico, e considerou este, o remédio mais efetivo de seu tempo. Passando daí a fumigar suas casas com incenso ámbar para evitar a praga.

As varas de incenso de âmbar são uma alternativa conveniente para serem usados em queimadores de aromaterapia .

Os bastões longos queimados duram cerca de uma hora cada.

 

 

 

Voltar para o topo